Picture
Como estava previsto, os sindicatos da TAP preparavam-se para consumar a traição com um simulacro de votação, num hotel de Lisboa, mas cerca de 200 trabalhadores impediram essa situação com grande determinação.

Tentando barrar os trabalhadores não sindicalizados de assistir á reunião, os dirigentes dos sindicatos obtiveram logo aí uma primeira derrota, todos os trabalhadores sindicalizados ou não forçaram as portas do auditório invadindo o local.  A segunda derrota foi quando os trabalhadores votaram de braço no ar, esmagadoramente, rejeitando liminarmente a proposta de traição, ao mesmo tempo que decorria a fuga precipitada dos dirigentes sindicais – depois de ser chamada a polícia, para obrigar a evacuação da sala (demasiado ruído…é fartar vilanagem) – pela garagem! 

Deixamos aqui em vídeo as declarações de um dos trabalhadores, Margarida Lopes, que demonstra uma enorme determinação de luta, combate esse pela sua justeza, se imporá de futuro.

Contra os traidores! Os trabalhadores vencerão!

 


Comments


Your comment will be posted after it is approved.


Leave a Reply