Imagem
A linha sindical Luta-Unidade-Vitória um pouco por todo país distribuiu tarjetas tendo como objectivo a mobilização para a Greve Geral que se irá realizar nesta quinta-feira, dia 27 de Junho.

Sob o objectivo do derrube do governo de traição nacional PSD/CDS, milhares de tarjetas passaram para as mãos de milhares de trabalhadores em inúmeros locais, onde destacamos os Estaleiros de Viana do Castelo, passando Grundig de Braga , a Boch de Ovar, a Renault de Aveiro, os STCP do Porto, a DOREL de Vila do Conte, a Galp Energia de Matosinhos, em  Guimarães entre outras destacamos a COELIMA, a TERFEL e a OUTEIRINHO, cidades como Coimbra, Lisboa, entre outras, onde por exemplo os operários das OGMA recebiam os dizeres com muito agrado, onde se afirmava “Se não forem os trabalhadores, democratas e patriotas a unirem-se pelo derrubamento do governo, ele não cairá!”, passando pelas estações de Metro, de barcos, comboios, onde uma trabalhadora aceitando a tarjeta afirmava alto e bom som, “ o que era necessário era que durante um mês o país parasse até que o governo caísse”. TAP, Tabaqueira, Carris, Metro, Portugal Telecom, bairros populares foram outros locais onde esta distribuição foi feita. Setúbal, Almada, Autoeuropa. EMEF, foram também locais onde os operários e trabalhadores aceitaram as palavras de mobilização, onde se afirmava nomeadamente que neste dia de greve os locais de trabalho fossem ocupados, formando piquetes de greve aguerridos dispostos a resistir ás investidas dos esbirros da polícia.  

Viva a Greve Geral!
Governo rua!
Por um Governo Democrático Patriótico!


 


Comments




Leave a Reply